A fórmula da sua saúde
GUIA DE SAÚDE

Elaine Orpheu Aldrovandi

Ortomolecular /Homeopatia

Azitromicina Diidratada

Azitromicina Diidratada Antibiótico
Nome comum Azitromicina
Denominação científica N-methyl-11-aza-10-deoxo-10-dihydroerythromycin A
Aspecto Pó cristalino branco ou quase branco
Solubilidade Solúvel em álcool e diclorometano
DL-50 (Oral) Não foi encontrada em literatura consultada
Atividade

Azitromicina é o primeiro de uma nova classe de antibióticos no mercado, os azalídeos. Os compostos dessa classe são originados dos macrolídeos.

A Azitromicina foi sintetizada a partir da Eritromicina. A alteração da estrutura molecular aumentou tanto a sua biodisponibilidade nos tecidos quanto a sua difusão. Isso tornou a Azitromicina um poderoso antibiótico capaz de alcançar concentrações 50 a 79 vezes maiores nos tecidos do corpo quando comparadas aos níveis plasmáticos.

Azitromicina age bloqueando a subunidade 50S ribossomal da bactéria, matando o microrganismo por inibição à síntese de proteínas.

Sua indicação é nas patologias cujos agentes infecciosos sejam sensíveis à Azitromicina. Ela é usada no tratamento de pacientes adultos (acima de 16 anos) apresentando infecções suaves a moderadas. Cita-se infecções no trato respiratório superior e inferior, na pele e suas estruturas e nas doenças sexualmente transmissíveis.

Concentração usual

A dose oral geriátrica e para adultos é de 500mg/dia, em dose única no primeiro dia. É seguida, então, por 250mg/dia do segundo ao quinto dia de tratamento. A dose para crianças é de 10 a 12mg/Kg/dia, podendo chegar a um máximo de 40mg/kg/dia.

NOTA: Respeitar o fator de diluição especificado no laudo.

Reações adversas Distúrbios gastrointestinais, nefrite intersticial aguda, reações hipersensíveis (como dispnéia, tontura, inchaço da face, boca, pescoço, mãos e pés, exantema, cefaléia, etc.).
Observações Ingerir 1 hora antes ou 2 horas após as refeições.
Armazenamento

Manter em recipiente hermeticamente fechado.