A fórmula da sua saúde
GUIA DE SAÚDE

Gaspar Arévalo Crisóstomo

Psiquiatra

Tenoxicam

Tenoxicam Antiinflamatório e antireumático
Nome comum Tenoxicam
Denominação científica 4- hydroxy-2-methyl-N-2-pyridinyl-2H-thieno-*2,3-e*-1,2-thiazine-3-carboxiamide 1,1-dioxide
Aspecto Pó cristalino amarelo
Solubilidade não foi encontrada em literatura consultada
DL-50 (Oral) não foi encontrada em literatura consultada
Atividade

Tenoxicam é um isóstero do Piroxicam e apresenta propriedades semelhantes a este. Tenoxicam é um potente inibidor da biossíntese das prostaglandinas. Estudos in vitro deduzem que ele neutraliza o oxigênio ativo no foco inflamatório. Age como captador de radicais livres e diminui eficazmente a reação inflamatória.

Tenoxicam é indicado para tratar doenças reumáticas, como a artrite reumatóide, osteoartrite e espondilite anquilosante. Também trata inflamações não reumáticas, como bursite, capsulite, sinovite, tendinite e tensinovite.

Concentração usual

Nas doenças reumáticas e inflamações não reumáticas, a dose oral é de 20mg/dia (esta também é a dose máxima), sempre na mesma hora do dia. Para alguns pacientes a dose de 10mg/dia é eficaz. Nos ataques da gota aguda, recomenda-se ingestão diária de 40mg/dia durante 2 dias, seguida de 20mg/dia durante outros 5 dias. Pela via retal, aplicar 1 supositório de 20mg ao dia.

Usar as doses eficazes menores possíveis.

Recomenda-se ingerir logo após as refeições ou com antiácidos a fim de amenizar as irritações gastrointestinais.

NOTA: Respeitar o fator de diluição especificado no laudo.

Reações adversas Gastralgias, náuseas, vômitos, vertigem, constipação, prurido, exantema, dentre outros.
Observações Doses maiores do que as indicadas aumentam o risco de efeitos adversos sem a melhora da eficácia terapêutica.
Armazenamento

Manter distante da luz, umidade e calor.