A fórmula da sua saúde
GUIA DE SAÚDE

Isao Umino

Oftalmologista

Omeprazol

Omeprazol Pellets Agente anti-ulceroso
Nome comum Omeprazol Pellets 8,5% e 10%
Denominação científica 5-methoxy-2(((4-methoxy-3,5-di-methil-2pyridinyl) methil)sulfinyl)-1H benzimidazole pyridinyl benzimidazole.
Aspecto não foi encontrada em literatura consultada
Solubilidade não foi encontrada em literatura consultada
DL-50 (Oral) maior que 4 g/kg em ratos e camundongos
Atividade Omeprazol é um medicamento usado no tratamento de úlcera duodenal, úlcera gástrica, esofagite de refluxo, síndrome de Zollinger-Ellison, adenoma endócrino múltiplo e mastocitose sistêmica. Omeprazol é quimicamente estável em pH neutro, mas sem ação inibitória. Em pH 5 ou mais baixo, sofre rearranjo formando um ácido que reage com a enzima H+, k+ - ATPase. Essa bomba protônica é inibida irreversivelmente. Isto impede a produção de ácido clorídrico pela célula parietal por estímulo dos receptores colinérgicos, histaminérgicos e gastrinérgicos. Omeprazol é usado para tratamento de curta duração ( 4 a 8 semanas) da esofagite erosiva severa e no refluxo, que não são responsivas aos medicamentos costumeiros. Nas condições patológicas hipersecretórias e nas úlceras pépticas. Omeprazol também foi aprovado para uso combinado na erradicação de H.pylori em pacientes que apresentam úlcera duodenal ativa. Seu uso extra-oficial é na cicatrização de úlceras induzidas por antiinflamatórios não esteroidais.
Concentração usual

A dose para adultos no tratamento de úlcera duodenal ativa, desordens gastroesofágicas de refluxo ou na esofagite severa é de 200 mg/dia durante 4 a 8 semanas. Nas condições patológicas hipersecretórias, inicialmente 60 mg/dia. Doses até 120 mg/3 vezes ao dia têm sido administradas. Nas úlceras gástricas, administrar 40 mg/dia durante 4 a 8 semanas. No tratamente da H pylori , a dose oral para adultos é de 20 mg/2 vezes ao dia, combinando à terapia com Claritromicina, antagonista H2 ou outros. Ingerir antes dos alimentos.

Nota: Esse produto se encontra diluído, portanto deve-se fazer a devida correção. Respeitar o fator de diluição especificado no laudo.

Reações adversas Dor de cabeça, diarréia, dor nas costas, tosse, edema, candidíase esofágica, ansiedade, taquicardia, angina, dentre outros.
Observações

Administrar doses diárias maiores que 80mg em doses divididas. Omeprazol atravessa a placenta. Sua biodisponibilidade pode ser incrementada nos pacientes idosos.

A estabilidade desse produto é função de seu pH. Ele é rapidamente degradado em meio ácido, mas tem estabilidade aceitável sob condições alcalinas. Ela se apresenta com proteção entérica para inibir sua degradação pelo ;acido gástrico.

Armazenamento

Manter em recipiente hermeticamente fechado entre 15 a 25 *C.