A fórmula da sua saúde
GUIA DE SAÚDE

José Eduardo Aguas

Clínico(a) Geral

Claritromicina

Claritromicina Antibacteriano
Nome comum Claritromicina
Denominação científica 6-O-methylerythromycin
Aspecto Pó cristalino branco ou quase branco e inodoro
Solubilidade Solúvel em clorofórmio e pouco solúvel em metanol.
DL-50 (Oral) 2.740mg/Kg em camundongos machos e 2.700mg/Kg em camundongos fêmeas
Atividade

A Claritromicina é um derivado semi-sintético da Eritromicina com propriedades muito superiores a essa. A modificação molecular da Claritromicina impede a sua degradação e aumenta a biodisponibilidade no organismo. Ela é de natureza mais básica e isso aumenta a sua atividade contra bactérias gram-positivas e gram-negativas.

A Claritromicina é também mais eficaz do que a Azitromicina em muitos casos de infecções respiratórias em crianças e adultos.

É indicada no tratamento de infecções do trato respiratório, da pele e ouvidos de crianças. Trata com grande êxito a úlcera duodenal causada pelo H. pylori, em conjunto com outras drogas incluindo Amoxicilina, Lansoprazol ou Omeprazol, Ranitidina, Tetraciclina e antagonistas H2. Sua eficácia contra M. avium, freqüentemente presente em pacientes aidéticos avançados, é maior do que a Rifapentina e Azitromicina.

Concentração usual: Em adultos, 250 a 500mg/dia de 12 em 12 horas, durante 7 a 14 dias. Em crianças abaixo de 6 meses, 15mg/Kg/dia de 12 em 12 horas.

NOTA: É necessário fazer conversão, pois este produto se encontra diluído. Deve-se respeitar o fator de diluição especificado no laudo.

Faixa de concentração  
Reações adversas Cefaléia, dispepsia, erupção cutânea, hepatite, dentre outros.
Observações Quando associado ao Omeprazol, Claritromicina deve ser prescrita a 500mg/3x ao dia e Omeprazol 40mg/dia nos primerios 14 dias. Em seguida, 20mg/dia de Omeprazol isolado nos outros 14 dias.
Armazenamento Manter em recipiente bem fechado e em local fresco e seco.